O turismo de massa não interessa a Cabo Verde

24 Agosto, 2018abertoEdit “O turismo de massa não interessa a Cabo Verde”
O investigador e professor Eduardo Ferreira apresentou, hoje, na Universidade Lusófona, o livro “Turismo Sustentável” um estudo sobre o turismo em Cabo Verde, no contexto de uma pequena economia insular, resultado da investigação realizada no âmbito do doutoramento.

Para o investigador “O turismo de massa não interessa a Cabo Verde” e, o mesmo devia ser uma ferramenta de luta contra a pobreza. Admite que a economia nacional está num bom momento em relação ao turismo mas alerta, no entanto, para a centralização da economia no turismo, afirmando que “não se pode substituir uma actividade dominante por outra”. “O turismo deve ser um meio e não um fim”, conclui.

João Estevão, orientador da investigação que agora é publicada em livro, defende que o crescimento acelarado do turismo é um erro pois centra as preocupações nos fluxos de investimento e não no impacto dos mesmos na economia.

Eduardo Ferreia identifica como aspectos positivos a boa legislação que suporta o sector do turismo e os recursos humanos existentes no país. Para o professor neste momento há que apostar numa fiscalização rigorosa para manter o bom nível de investimento.

O autor participou no projecto de definição das linhas estratégicas para o turismo da Ilha da Boavista que originou a Sociedade de Desenvolvimento Turística para a ilha, iniciativa do executivo caboverdeano traduzida em lei e permite a criação de entidades únicas para a gestão e administração de zonas turísticas do arquipélago.

Eduardo Ferreira chama a atenção para o antagonismo que se observa no país entre os turistas e os autóctones porque nem sempre há uma integração do investimento com a comunidade, pois os investidores acabam, muitas vezes, por centralizar toda a oferta do turismo.

Quando questionado sobre a crise que se vive na conjuntura internacional e o seu impacto no investimento do turismo em Cabo Verde este não tem dúvidas que apesar da crise o turismo tem vindo a crescer de forma consistente dizendo que Cabo Verde tem condições para continuar a apostar no turismo.

Leave a Comment